Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Músicas recentes:
Veja as músicas que já tocaram por aqui.

Rio, Florianópolis, Vitória e Palmas recebem sinal de 5G nesta segunda-feira - Serra dos Cristais

Fale conosco via Whatsapp: +55 61 3612-2929

No comando: Programação Religiosa

Das 00H00 às 05H00

No comando: Raiz Sertaneja 1ª Edição

Das 05:00 às 07:00

No comando: Conexão 89

Das 07:00 às 12:00

No comando: Viagem Musical

Das 12:00 às 14:00

No comando: Ritmo 89

Das 14:00 às 17:00

No comando: Raiz Sertaneja 2ª Edição

Das 17H00 às 20H00

No comando: 1 hora sem intervalo

Das 20H00 às 21H00

No comando: Companhia Musical Especial de Sábado

Das 21H00 às 00H00

No comando: A voz do Brasil

Das 21H00 às 22H00

No comando: Vida em Foco

Das 22H00 às 00H00

Rio, Florianópolis, Vitória e Palmas recebem sinal de 5G nesta segunda-feira

As cidades de Florianópolis (SC), Palmas (TO), Rio de Janeiro (RJ) e Vitória (ES) passam a operar a rede 5G puro (standalone) nesta segunda-feira (22). Ao todo, são 12 capitais do país a ter a tecnologia.

A decisão foi tomada pelo Gaispi na quinta-feira (18), grupo responsável pela ativação da faixa de 3,5 gigahertz (GHz), que oferece acesso à rede.

De acordo com o conselheiro Moisés Moreira, que preside o Gaispi, no Rio de Janeiro, as companhias de telecomunicações precisariam operar o 5G com 252 antenas agora, mas já há pedidos de licenciamento para 723 aparelhos, quase 287% a mais.

Em Palmas, o mínimo era de 12, contra 21 solicitações já feitas. Em Florianópolis, são 43 pedidos, enquanto 18 era o piso exigido. E em Vitória, já foram 29 solicitações, contra o número de 15 antenas mínimas estipulado no edital de leilão do 5G.

As cidades de Florianópolis (SC), Palmas (TO), Rio de Janeiro (RJ) e Vitória (ES) passam a operar a rede 5G puro (standalone) nesta segunda-feira (22). Ao todo, são 12 capitais do país a ter a tecnologia.

A decisão foi tomada pelo Gaispi na quinta-feira (18), grupo responsável pela ativação da faixa de 3,5 gigahertz (GHz), que oferece acesso à rede.

De acordo com o conselheiro Moisés Moreira, que preside o Gaispi, no Rio de Janeiro, as companhias de telecomunicações precisariam operar o 5G com 252 antenas agora, mas já há pedidos de licenciamento para 723 aparelhos, quase 287% a mais.

Em Palmas, o mínimo era de 12, contra 21 solicitações já feitas. Em Florianópolis, são 43 pedidos, enquanto 18 era o piso exigido. E em Vitória, já foram 29 solicitações, contra o número de 15 antenas mínimas estipulado no edital de leilão do 5G.

Fonte: CNN

Deixe seu comentário: