Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Músicas recentes:
Veja as músicas que já tocaram por aqui.

Réveillon 2022: cidades descartam festas, eventos ou shows - Serra dos Cristais

Fale conosco via Whatsapp: +55 61 3612-2929

No comando: Programação Religiosa

Das 00H00 às 05H00

No comando: Raiz Sertaneja 1ª Edição

Das 05:00 às 07:00

No comando: Conexão 89

Das 07:00 às 12:00

No comando: Viagem Musical

Das 12:00 às 14:00

No comando: Ritmo 89

Das 14:00 às 17:00

No comando: Raiz Sertaneja 2ª Edição

Das 17H00 às 20H00

No comando: 1 hora sem intervalo

Das 20H00 às 21H00

No comando: Companhia Musical Especial de Sábado

Das 21H00 às 00H00

No comando: A voz do Brasil

Das 21H00 às 22H00

No comando: Vida em Foco

Das 22H00 às 00H00

Réveillon 2022: cidades descartam festas, eventos ou shows

Prefeituras de ao menos 8 capitais brasileiras anunciaram cancelamento total ou parcial das festas de réveillon por conta da Covid: Campo Grande, Florianópolis, João Pessoa, Fortaleza, Palmas, Recife, Salvador e São Luís.

Em Florianópolis e Recife, haverá queima de fogos, mas os shows foram cancelados.

Rio de Janeiro e São Paulo ainda planejam fazer o evento. Belo Horizonte, que não realiza réveillon desde 2016, seguirá sem festa este ano.

(CORREÇÃO: ao publicar esta reportagem, o g1 errou ao informar que Belo Horizonte cancelou a festa de réveillon 2022. Na verdade, a cidade não realiza o evento desde 2015. A reportagem foi corrigida às 8h50 desta terça-feira, 30.)

Belo Horizonte

A Prefeitura de Belo Horizonte não prevê fazer réveillon 2022. A cidade não faz a festa desde 2016.

Porém, o protocolo vigente permite a realização de comemorações “em espaços licenciados ou mediante licenciamento, desde que todas as pessoas apresentem teste negativo ou comprovante de vacinação completa, entre outras regras”.

Campo Grande

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) anunciou na segunda-feira (29) o cancelamento da festa de réveillon em Campo Grande. A cerimônia também não aconteceu em 2020. Em 2019, a cidade teve queima de fogos silenciosos e shows.

“Assim como o carnaval, cancelamos também o réveillon em Campo Grande. Vamos seguir o pedido das autoridades de saúde”, disse Trad.

A cidade terá, entretanto, programação especial de Natal.

Florianópolis

Florianópolis terá queima de fogos no réveillon este ano, mas sem shows. O objetivo é evitar aglomerações e o contágio da Covid-19. A prefeitura confirmou na tarde desta segunda-feira (29) que não haverá mudança nesse plano por conta da nova variantes ômicron do coronavírus.

O município informou que a ideia é fomentar comemorações nos próprios bairros, para girar a economia local e evitar grandes aglomerações.

Fortaleza

O prefeito José Sarto (PDT) anunciou no sábado (27) que está descartada a possibilidade da realização de festa pública de réveillon em Fortaleza. Desta forma, a tradicional festa da virada no Aterro da Praia de Iracema não vai ocorrer pelo segundo ano consecutivo na capital cearense, em razão da pandemia de Covid-19.

A decisão da prefeitura saiu um dia depois de o governador Camilo Santana anunciar que grandes eventos de réveillon estão proibidos em todo o estado em 2021.

João Pessoa

As festas de Réveillon que estavam sendo planejadas na orla de João Pessoa foram canceladas, anunciou o prefeito Cícero Lucena (PP) na segunda-feira (29). Apesar disso, praia vai estar liberada para livre circulação de pessoas e reuniões particulares. Festas em bares e em casas de shows podem acontecer com protocolos de prevenção à Covid-19.

Segundo o prefeito, a preocupação com a nova variante do coronavírus, o Ômicron, e com uma possível nova onda de contaminação foram as razões que levaram ao cancelamento dos eventos.

Palmas

Pelo 2º ano consecutivo, , o tradicional evento de virada de ano de Palmas com shows e fogos de artifício não será realizado, informou a Prefeitura de Palmas na segunda-feira (29).

O município informou que continua monitorando os indicadores epidemiológicos e o avanço da vacinação, mas “considera que nas condições atuais é precoce realizar uma festa visto que ocorrerá aglomerações e, portanto, risco iminente de proliferação do vírus”.

Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio mantém a previsão de realizar o réveillon de 2022. Mas, segundo o prefeito Eduardo Paes (DEM), “é plenamente possível cancelar o que foi planejado”.

“Eu garanto que o Rio está pronto para realizar os principais eventos de 2022, que são muito importantes para a nossa cultura, a nossa economia e a vida da nossa cidade. Ainda assim, eu quero lembrar que ter planejamento para um evento não significa, necessariamente, que ele vai ser realizado”, disse ele na segunda-feira (29).

Salvador

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), anunciou o cancelamento do Festival Virada, para celebrar o réveillon de 2022 na segunda-feira (29).

“Os números de óbitos e internações só fazem cair na nossa cidade. Só que, em um cenário de incertezas e dúvidas, não há como realizar Festival Virada, que é um evento para mais de 250 mil pessoas”, argumentou.

São Luís

Réveillon na Avenida Litorânea, em São Luís, teve a participação de milhares de pessoas — Foto: Paulo Soares/O Estado

Réveillon na Avenida Litorânea, em São Luís, teve a participação de milhares de pessoas — Foto: Paulo Soares/O Estado

São Luís não terá as tradicionais festas de Réveillon 2022.

De acordo com o prefeito Eduardo Braide (Podemos), a decisão foi tomada devido ao surgimento da nova variante do novo coronavírus, a ômicron e por isso, o momento pede prudência. Até o momento, nenhum caso suspeito foi identificado no Maranhão.

São Paulo

Réveillon 2019 na Avenida Paulista contou com fogos silenciosos. — Foto: Rafael Ihara/G1

Réveillon 2019 na Avenida Paulista contou com fogos silenciosos. — Foto: Rafael Ihara/G1

A Prefeitura de São Paulo informou na sexta-feira (26) que planeja o tradicional réveillon 2022 na Avenida Paulista, mas que ele está condicionado ao “quadro epidemiológico da pandemia”.

“A Prefeitura de São Paulo informa que o réveillon já está sendo planejado e a realização do evento está condicionada ao quadro epidemiológico relativo à pandemia de Covid-19 e entendimento das autoridades de saúde pública e sanitárias”, disse a prefeitura.

Fonte: G1

Deixe seu comentário: