Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Músicas recentes:
Veja as músicas que já tocaram por aqui.

Elon Musk recua em acordo bilionário e desiste de comprar o Twitter - Serra dos Cristais

Fale conosco via Whatsapp: +55 61 3612-2929

No comando: Programação Religiosa

Das 00H00 às 05H00

No comando: Raiz Sertaneja 1ª Edição

Das 05:00 às 07:00

No comando: Conexão 89

Das 07:00 às 12:00

No comando: Viagem Musical

Das 12:00 às 14:00

No comando: Ritmo 89

Das 14:00 às 17:00

No comando: Raiz Sertaneja 2ª Edição

Das 17H00 às 20H00

No comando: 1 hora sem intervalo

Das 20H00 às 21H00

No comando: Companhia Musical Especial de Sábado

Das 21H00 às 00H00

No comando: A voz do Brasil

Das 21H00 às 22H00

No comando: Vida em Foco

Das 22H00 às 00H00

Elon Musk recua em acordo bilionário e desiste de comprar o Twitter

O empresário Elon Musk deseja encerrar o acordo de compra do Twitter. Em documento entregue à rede social, o bilionário expressa seu desejo de desistência do acordo de US$ 44 bilhões para a aquisição da empresa. A justificativa dada por Musk é a de que o Twitter violou “materialmente” múltiplas cláusulas estabelecidas em contrato e que é possível que a plataforma tenha um número maior de bots e contas de spam do que o anunciado publicamente. O acordo inicial foi assinado no dia 25 de abril e nele havia incluso um pedido do homem mais rico do mundo para que a empresa compartilhasse o número de contas falsas e de spam. Musk também ressaltou que o Twitter não conduziu as negociações de maneira “regular” – o que resultaria em uma violação no contrato de compra. Segundo o CEO da Tesla, a rede social demitiu dois funcionários de alto escalão e um terço de sua equipe de talentos durante as negociações.

“Por quase dois meses, Musk buscou os dados e informações necessários para fazer uma avaliação independente da prevalência de contas falsas ou spam na plataforma”, explica Musk em carta publicada nesta sexta. “Esta informação é fundamental para o desempenho financeiro e comercial do Twitter e é necessária para consumar as transações contempladas pelo Acordo de Fusão e o Twitter falhou ou se recusou a fornecer essas informações”, pontua o recado. Bret Taylor, presidente do conselho da rede, respondeu o bilionário e alegou que a empresa pretende buscar uma ação legal para que a transação seja concretizada.

 

Fonte: JP

Deixe seu comentário: